Thursday, January 18, 2007

EI-LOS QUE PARTEM


Ei-los que partem
novos e velhos
buscando a sorte
noutras paragens
noutras aragens
entre outros povos
ei-los que partem
velhos e novos

Ei-los que partem
de olhos molhados
coração triste
e a saca às costas
esperança em riste
sonhos dourados
ei-los que partem
de olhos molhados

Virão um dia
ricos ou não
contando histórias
de lá de longe
onde o suor
se fez em pão
virão um dia
ou não

--Manuel Freire--

14 comments:

Conceição Bernardino said...

A alegria é um dom que se adquire a arte a tristeza que se transpira
em beleza...
Eu volto
Beijinhos
Belo
Conceição Bernardino

Anonymous said...

Olá Teresa

Lindo texto!
Gostei!
Faz-me lembrar os nossos imigrantes, que partem com o sonho de uma vida melhor.
A tristeza da partida, mas a esperança de um dia regressarem, ricos ou não!
Há casos bem sucedidos, outros nem por isso.

Beijinhos

Jonice said...

Tens escolhido coisas bem gostosas para lermos. Obrigada!
Beijinho :)

elsa nyny said...

Olá! teresa!

Lindo texto!
Gostei muito de ler!
Cheirou-me a saudade!

beijinhos, Linda!!!

:))

Paulo Sempre said...

Excelente!!!

Miudaaa said...

Lindo!!!
Obrigada por nos recordares estas palavras sábias...
Gosteiii MESMOOO !!!

Um beijo da miudaaa

david santos said...

Olá, Teresa!
Como vai essa América?
Grande texto e grande iamgem.
Parabéns e bom fim-de-semana.
Abraços.

Anonymous said...

Vim ca ter a partir do Blog do David Santos, e já fiquei cliente...
O seu post, fez-me recuar ao Liceu Nacional do Funchal, aos longiquos anos 70... Quando ouviamos Adriano e Zeca, às escondidas na garagem de um amigo...

Tem aqui mais um "cliente"
Um bom fim de semana
Deste Calhau plantado no Atlantico

Tiber

greentea said...

lembro-me bem dessa canção de Manuel Freire, não sei se era José Afonso que a cantava...

Um beijo para ti

greentea said...

se quizeres começar o dia com um belo capuccinno é só vir espreitar com o fazer ...

Um prazer !

Tem um bom domingo

MiaHari said...

Cantam-se sentimentos e percursos da vida! Na musicalidade, a lembrança!
Beijinho Teresa

Mário Margaride said...

Mais um belo poema aqui nos trazes, Teresa. Uma bela homenagem a todos que por motivos diversos, têm que deixar o seu país. Gosto muito deste poema cantado, por Manuel Freire.

Beijinhos

Mário

Anonymous said...

um excelente poema para partilhar!

visita também o meu cantinho de poesia : www.oparaisonaoeaqui.blogspot.com e o meu cantinho de textos :
www.deixameveraminhaagenda.blogspot.com

Anonymous said...

vem acender uma vela