Tuesday, June 24, 2008

A morte nao e a maior perda....a maior perda da vida e o que morre dentro de nos enquanto vivemos!!!!!!!



12 comments:

Ana said...

Um pensamento extraordinário e duas fotos magníficas!. Quem gosta de viver como tu, não morre por dentro. Vives cada momento como se fosse o último, tens a felicidade dentro de ti e no teu rosto. Sabes aproveitar da vida as coisas boas e superar as adversidades. És linda no teu coração!!! Por isso gosto muito de ti. Um abraço muito apertadinho, Ana

Mário Margaride said...

Concordo plenamente querida amiga.

De facto não há nada pior, e mais triste, do que embora estando vivos, nos sintamos a morrer lentamente.

Beijinhos doces, cheios de saudades...

Mário

SONHO

Sonho, imaginando viver.
Sonho, sonhando, sem querer.
Sonhos despertos...
Sonhos sonhados...
Uns, de olhos abertos, outros fechados.
Sonho, meu filme solitário,
Do subconsciente, ou do imaginário.
Em ambos sou ecrã, sou projector,
Artista, realizador
E único espectador.
Sonho, minha fuga, meu abrigo.
Sonho que construo ou se constrói.
Sonho que dá prazer, sonho que dói...
Sonho que é prémio ou é castigo.
Por vezes, o sonho vem sem avisar,
Mas, sonhado ou desejado.
Um sonho é um sonho...
E como é bom poder sonhar!!!...
Sonho, arena dos meus receios.
Sonho, vitrina dos meus anseios.
Em ambas sou herói, sou expositor,
Sou vítima, sou vencedor
E único avaliador.

Mário Margaride

Anita said...

Amiga linda venho deixar-te um sorriso e desejar um dia maravilhoso.
Muitos beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

JOSÉ FARIA said...

Pois é querida amiga! É bem verdade! A morte é a perda final, morreu-se e pronto, acabou-se! Já tinha que ser, era o destino, já estava marcado, foi melhor assim, também já não sofre mais... Enfim!
Morreu-se, acabou-se! É essa a lei da vida, ninguém cá fica para semente, por muito boa ou má semente qyue seja!
Mas pior, pior, como diz a amiga, é "morrer-se" e continuar
-se "morto" num sofrimento de morte à espera que o fim, a morte, chegue para põr fim ao sofrimento.
- Pois muito pior do que morrer e ficar-se mesmo morto, é morrer-se todos os dias e continuar-se vivo num sofrimento de morte.
Beijos Teresinha!
José Faria

gaivota said...

se bem que...
mas concordo, o que morre dentro de nós, porque deixamos morrer, então, é mesmo pior!
beijinhos

Anita said...

Bom dia amiga passo para te desejar um maravilhoso fim de smeana.
Deixei umas coisinhas fresquinhas lá no meu cantinho.
Muitos beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Ana said...

És especial Teresinha, andei a ver o teu Blog e muito teria que comentar, mas este é para tudo o que vi, que amei, que me deliciei. Devo-te a ti muito coisa que o meu tem. Aprendi contigo e estou sempre a aprender. Um beijo muito grande, Ana

Ana said...

Ainda venho aqui outra vez para te deixar este poema que gostei tanto!:

A vida da gente
tem três tempos...
Presente, Passado e Futuro.
Estou a escrever
este verso no Presente,
Para que no Futuro,
Tu te lembres
da tua amiga do Passado!

(Autor:Franciele Francisco)

Beijinhos muito grandes

rui said...

Olá Teresa

Tens razão, por vezes somos os nossos próprios coveiros.
Que lindas fotos!

Que tenhas um lindo fim-de-semana

Beijinhos

Anita said...

Amiga linda bom dia. Uma semana cheia de bençãos.
Muitos beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Jonice said...

É verdade. Por isso é tão importante cultivar diariamente o que amamos em nós e em quem amamos.

Sweet nice you, dear :)

Beijinhos

Cátia said...

Preserva tudo o que ha em ti, para que nunca possas passar por esse sofrimento...

Olha o teu mar... !! :D
Beijinho grande