Thursday, April 09, 2009



O MENINO DE SUA MAE


No plaino abandonado
Que a morna brisa aquece,
De balas trespassado
– Duas, de lado a lado –,
Jaz morto, e arrefece.

Raia-lhe a farda o sangue.
De braços estendidos,
Alvo, louro, exangue,
Fita com olhar langue
E cego os céus perdidos.

Tão jovem! que jovem era!
(Agora que idade tem?)
Filho único, a mãe lhe dera
Um nome e o mantivera:
«O menino da sua mãe».

Caiu-lhe da algibeira
A cigarreira breve.
Dera-lhe a mãe. Está inteira
É boa a cigarreira,
Ele é que já não serve.

De outra algibeira, alada
Ponta a roçar o solo,
A brancura embainhada
De um lenço... Deu-lho a criada
Velha que o trouxe ao colo.

Lá longe, em casa, há a prece:
«Que volte cedo, e bem!»
(Malhas que o Império tece!)
Jaz morto, e apodrece,
O menino da sua mãe.
--Fernando Pessoa

12 comments:

oceanus said...

... saudades!

Linda a tua escolha...

Páscoa Feliz!


abraços

Ana said...

Querida Teresinha sabes que adoro Pessoa, para mim fica no mesmo "patamar" de Camões, cada um na sua época e com o seu estilo, mas também um grande escritor português.
Adorei esta fantástica poesia.
Venho desejar-te umas festas muito felizes, aproveita para comer umas amêndoas de chocolate e uns folares de Vale de Ílhavo com ovos assados deliciosos!:-)
Beijinhos muito grandes, para os meus dois amiguinhos lindos e uma Santa Páscoa muito FELIZ!!!
Ana Paula

Anonymous said...

ai maezinha ... adoro as ultimas fotos que tens posto no teu blog.... especialmente as das gaivotas!!! AMO-TE ..es o meu coracao :)

Paula said...

Do longe se faz perto! A oportunidade há-de surgir.

Beijinhos grandes e boa Páscoa.

Paula

Zémaiato said...

Seja Bem-Vinda querida amiga Teresa, e que sua alma, corpo e felicidade refloresça no reencontro de amizades, sítios, coisas, amigos, gerações e histórias.
Já sinto seu calor humano aí por algures bem perto.
PÁSCOA MUITO FELIZ COM A SAUDE A REINAR!
Chega de novo a entrega, a recepção,

E lÁ vEM O COMPASSO
JÁ SE HOUVE A SINETA!

Chega de novo a entrega, a recepção,
Na espera e chegada do compasso;
Por respeito à história e tradição,
Ao Redentor vai o beijo e o abraço.

A Páscoa é esperança e alegria,
É desejo de paz eternamente;
Proclama o compasso aleluia,
O povo de Deus é toda a gente!

Páscoa Feliz, manda o Zé!

Mário Margaride said...

Querida Teresa

Os meus parabéns, por este magnífico poema de Pessoa, que aqui nos recordaste.

Desejo-te uma excelente Páscoa! E um bom fim de semana.

Beijinhos

Mário

Fernando Santos (Chana) said...

Olá, belo poepa de Fernando Pessoa...Espectacular...
Votos de Feliz Pascoa....
Beijos

Patrícia said...

Teresinha querida,

Venho desejar-te uma Santa Páscoa.

Muitos beijinhos e muitos chocolatinhos :)

gaivota said...

é lindo e triste,
mas com muita sabedoria, sentimento
beijinhossssssssss

Anita said...

Amiga desculpa a ausência estes dias mas tive familia aqui por casa durante a Páscoa o tempo para vir ao computador foi quase nenhum.
Passo para deixar muitos beijinhos e desejar um dia maravilhoso.
Beijinhos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Anita said...

Onde há fé, há amor;
onde há amor, há paz;
onde há paz, há Deus;
onde há Deus nada falta!

Que o teu dia seja iluminado.

Beijos.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Anonymous said...

There we go mom, very nice and dramatic sky there!!