Sunday, May 06, 2007





A Vida

A vida é o dia de hoje,
A vida é ai que mal soa,
A vida é sombra que foge,
A vida é nuvem que voa;

A vida é sonho tão leve
Que se desfaz como a neve
E como o fumo se esvai:
A vida dura um momento,
Mais leve que o pensamento,
A vida leva-a o vento,
A vida é folha que cai!

A vida é flor na corrente,
A vida é sopro suave,
A vida é estrela cadente,
Voa mais leve que a ave:

Nuvem que o vento nos ares,
Onda que o vento nos mares,
Uma após outra lançou,
A vida - pena caída
Da asa da ave ferida
De vale em vale impelida
A vida o vento levou!
--Joao de Deus

16 comments:

Jonice said...

Que poema delicioso!!!
Boa semana, Teresa :)
Beijinhos

Anita said...

Ai o mar, o mar. Já apetece. Que lindo poema Teresa.
Vim deixar muitos beijinhos e votos de uma belíssima semana.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

A COR DO MAR said...

Bonito... meu pai ensinou-me a ler pela Cartilha Maternal...

Um grd beijo para ti, desse lado do nosso mar***

Mário Margaride said...

Olá Teresa,

Que delícia este poema!

Que tenhas uma linda semana!

Beijinhos

Cátia said...

Teresinha,

Venho agradecer-te as palavras, o carinho, o gesto... Eu estou sempre por perto, estou à distancia de um abraço. E como eu costumo dizer, vejo o mesmo sol e a mesma lua que todos.. estou tão perto deles como tu.

A vida tem que ser vivida verdadeiramente... e hoje! Não deixar para amanha, porque a vida de amanha é diferente da que devia ser vivida hoje.

Beijinhos querida,
Adoro-te!!

Alexandre said...

Trazias nas tuas mãos a assinatura das manhãs claras, cristalinas, em que cerzíamos em segredo o nosso entendimento.

Trazias na tua boca a lembrança das manhãs puras, quando o desejo era nómada, quando o fogo humedecido do meu sangue gravava no teu peito a expressão final das coisas.

Trazias nos teus braços a invenção do teu corpo e nos teus dedos vãos o respirar do teu sabor.

E de tudo me ofereceste, inerte, lívida, esfacelada, os teus braços brancos esgrimindo um adeus sem palavras.

(fico, agora, onde me deixaste, num prado secreto, nocturno, onde colho a saudade daquilo que nunca vi)

Papoila Sonhadora said...

Ola Doce Teresinha, o teu nome faz-me lembrar de Teresinha do Menino Jesus!
Lindo poema de Joao de Deus,
Deixo-te um bjinho de algodao doce,
Tem um Bom Dia!
Papoila Sonhadora,

anita said...

Linda bom dia. Obrigado pelas tuas doces palavras.
Vim deixar-te beijinhos doces e desejar-te um maravilhoso dia.
Fica bem. fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

margadivo said...

Lindo... lindooo... amei!!! É a primeira vez que aqui venho e voltarei mais vezes concerteza :-) Sou nova neste mundo da blogosfera. O meu espaço recém-criado é o http://www.vidamarga.blogspot.com/
Terei muito gosto em contar com a sua visita :-)

Cristina said...

Que lindo Teresa,
Parabéns pelo belo poema
:)
beijinhu

Papoila Sonhadora said...

Ola querida Teresinha, vim deixar-te um doce bjinho,
Papoila Sonhadora,

anita said...

Linda bom diaaaa. Hoje está um dia maravilhoso. Mais uma benção de Deus. O sol hoje veio aquecer-nos o coração.
Muitos beijinhosssss.
Fica bem. fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

MiaHari said...

... e a vida é o que me move, me envolve...
vida é o que vai, e o que vem...
A vida sou eu, és tu...
A vida é tudo o que somos...de nós!

Fez-me bem relembrar este lindo poema!
Beijinho para ti.

Anita said...

Olá linda bom dia. Hoje o sol tornou-nos a presentear-nos com a sua presença, para aquecer os nossos corações. Que o Senhor nos guarde neste dia. Um feliz dia para ti lindinha.
Muitos e muitos beijinhos,
Fica bem. fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Noite said...

A vida é um instante que passa, segundo de eternidade que a lembrança recorda.

Bia said...

A vida de facto é feita de momentos há que saber aproveitar cada bocadinho que nos é dado.
Belo poema.
Um beijo e bom final de semana