Monday, February 27, 2006


A Flor do Sonho

A Flor do Sonho, alivissima, divina,
Miraculosamente abriu em mim,
Como se uma magnolia de cetim
Fosse florir num muro todo em ruina.

Pende em meu seio a haste branda e fina
E nao posso entender como e' que, enfim,
Essa tao rara flor abriu assim! ...
Milagre ... fantasia ... ou, talvez, sina ...

O' flor que em mim nasceste sem abrolhos,
Que tem que sejam tristes os meus olhos
Se eles sao tristes pelo amor de ti ?! ...

Desde que em mim nasceste em noite calma,
Voou ao longe a asa da minh'alma
E nunca, nunca mais eu me entendi ...

in "Sonetos" de Florbela Espanca, Livraria Bertrand


Nao ha como saber alimentar os nossos sonhos e trata-los com carinho para que eles despontem em realidade.......Vale a pena!

3 comments:

Jessica said...

Ola Mama,
Sou a primeira a comentar! :o)
Ja sabes que adoro Florbela Espanca, uma poetisa muito talentosa e sempre que leio os poemas dela, e' como se estivesse a sentir profundamente aquilo que ela estava a dizer.
Esta Flor de Sonho e' exactamente aquilo que nasce dentro de nos quando temos um sonho, uma paixao. E' assim que me sinto agora com estas mudancas na minha vida, sinto um poder extraordinario dentro de mim, como uma flor que esta a florir, cheia de forca e ambicao.
Muito obrigada por estares la quando preciso de ti mesmo quando temos brigas!
Te amooooooooo minha borboletazinha! ;o) *kiss*

LUA DE LOBOS said...

e eu a segunda:::))
e que espantosa declaração de Amor filial... mereces a Filha que tens mesmo com as brigas que só servem paea activar essa compreensão.
xi e PARABENS
maria de são pedro

Benvinda ao mundo louco dos blogs::))

Lisbomundo said...

"Charneca em Flor", Florbela Espanca, Alentejo. É uma trilogia de horizontes infinitos em tudo o que é belo no Mundo.
Parabéns Maria Teresa pelo seu Blog e pela poesia que escolheu.